segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011

Ainda a história "O tubarão na banheira" - trabalho do 4º ano da Lagoa

Antes de ouvirem a história contada pela professora bibliotecária,  a professora Carla pediu aos alunos para imaginarem o que poderia acontecer numa história com este nome. De todos os trabalhos que os alunos fizeram, a turma seleccionou este que agora publicamos.

O TUBARÃO NA BANHEIRA

Era uma vez um rapaz chamado Afonso. Um dia, o Afonso foi a uma loja de peixes e comprou um aquário e um peixe especial. Quando chegou a casa, alimentou-o e passados dois dias ele cresceu mais meio metro. No dia seguinte reparou que estava ainda maior. Reparando bem, viu que o peixe estava a ficar enorme e fez uma experiência que era: colar o peixe ao vidro e pôr dois marcadores fora do aquário e no dia seguinte ver o tamanho dele. Reparou que o peixe realmente estava maior e aí percebeu que era um peixe especial e chamou-lhe Hidra. Mais tarde, foi outra vez à loja e perguntou que peixe era aquele. Eles responderam-lhe que era um peixe muito especial e, por isso, não lhe sabiam dizer que peixe era. Ele voltou para casa, olhou bem para ele e pensou que seria um mero-peixe-do-Pacífico. Voltou-lhe a dar comida e voltou a crescer mais meio metro. A partir daí, viu que já tinha as guelras mais abertas, pensou então que era um tubarão. Deu-lhe mais comida, ele cresceu e viu que já não cabia no aquário. Pô-lo então na banheira lá de casa. Passados dez dias, deu-lhe mais dois pacotes cheios de comida e ele cresceu demasiado e teve de pô-lo na piscina. O tubarão chateado abanou a sua cauda e molhou o Afonso todo. A partir desse dia o Afonso nunca mais comprou peixes sem nome na etiqueta.
Por fim aprendeu a lição!

Rui Gonçalo Ramos e Gonçalo Queirós
4º ANO, EB1/JI de Lagoa

Sem comentários:

Enviar um comentário